MACEDO, Nayara. “Pierre Rosanvallon – La société des égaux". Revista Brasileira de Ciência Política, nº 18, 2015.

MACEDO, Nayara. "Democracia Clássica e Moderna: Discussões Sobre o Conceito na Teoria Democrática". Revista Eletrônica de Ciência Política, v. 6, nº 2, 2015.

MACEDO, Nayara. "Democracia e desigualdade econômica na ótica da teoria política: um esboço de sistematização teórica". In: 39º, 2015, Caxambu. Anais do 39º Encontro Anual da Anpocs, de 26 a 30 de outubro de 2015, em Caxambu - MG, 2015.

MACEDO, Nayara. "Sociedade Civil quem? Um estudo sobre a relação entre grupos de interesse e o Estado brasileiro". In: I Seminário Internacional de Ciência Política, 2015, Porto Alegre. Anais do I Seminário Internacional de Ciência Política, 2015. v. 1.

MACEDO, Nayara. "Concentração da riqueza e democracia: os efeitos políticos da desigualdade material". Dissertação de mestrado em Ciência Política (orientação: Luis Felipe Miguel). Brasília: Universidade de Brasília, 2015.

MACEDO, Nayara. Democracia. Revista etcétera: política & multidisciplinaridade, v. 1, p. 57, 2014.

MACEDO, Nayara. "As duas faces da democracia: reflexões sobre constituição e desobediência civil no contexto doméstico e no sistema internacional". Revista dos Estudantes de Direito da Universidade de Brasília, v. 11, p. 79-100, 2013.

MACEDO, Nayara e Noëlle SILVA"Variedade de capitalismo no Brasil: o Programa Minha Casa Minha Vida e as respostas à desigualdade social no contexto da crise econômica de 2008"Revista Eletrônica de Ciência Política, vol. 4, nº 1-2. Curitiba, 2013, pp. 101-22.

MACEDO, Nayara. "Democracia ao avesso: a relação entre representação e a promoção de desigualdades no Estado Democrático de Direito". Simbiótica. Revista Eletrônica, v. 1, p. 57-85, 2013.

SANTIAGO, Aryadne Oliveira, Fernando dos Santos MODELLI, Nayara MACEDO e Vitor de Souza MACEDO, Nayara e Noëlle SILVA"Autonomia e educação: como a extensão universitária pode ampliar o escopo da liberdade de expressão"Revista Direito & Sensibilidade, nº 1. Brasília, 2011, pp. 97-107.

Topo